Dicas da nutricionista Fernanda T Cervantes Brosco para não sair da linha no inverno


Para muitas pessoas, o inverno é sinônimo de quilinhos extras, mas não precisa ser assim! Confira a seguir algumas dicas que podem fazer toda a diferença:

- Não se esqueça de beber água! É comum sentirmos menos sede nos dias mais frios, mas é muito importante manter a hidratação adequada, consumindo por volta de 2 litros todos os dias. Bem hidratado o nosso organismo funciona melhor e tem mais facilidade para eliminar toxinas, trazendo a sensação de leveza, bem estar e diminuindo a retenção de líquidos. Além disso, quem não tem o hábito de beber água pode confundir a sensação de sede com a de fome, procurando comer em momentos desnecessários.

- Cuidado com as restrições, principalmente de carboidrato. No frio, para mantermos a temperatura do corpo precisamos de um pouco mais de energia. Por isso é natural que tenhamos mais apetite nessa época do ano. Se comemos pouco nas refeições principais, a chance de querer beliscar alimentos calóricos fora de hora é muito maior.

- Mantenha-se em atividade! O frio não tem que ser pretexto para abandonar a rotina de exercícios. Além de ser importantíssimo para manter a saúde, diminuir a ansiedade e o stress, a pratica diária de atividade física ajuda a compensar os excessos que acabam acontecendo mais nessa época do ano, facilitando a manutenção do peso saudável. Não se esqueça de que o “projeto verão” deve começar no inverno!

- Mantenha o consumo adequado de vegetais. É normal ter menos apetite para comer salada crua no frio, mas não é por isso que os vegetais devam ser deixados de lado. Invista nos refogados, cozidos e assados, preenchendo metade do prato no almoço e no jantar. Brócolis, couve-flor, abobrinha, abobora japonesa, escarola, couve, tomate, vagem, berinjela, cenoura e chuchu são ótimas opções.

- As sopas e caldos são uma ótima pedida para esquentar as noites mais frias, mas podem ser bem calóricos! Veja a seguir como escolher bem os ingredientes para manter o equilíbrio sem perder o sabor:

- escolha uma raiz para fazer um creme base: mandioca, mandioquinha, batata, inhame > cozinhe com mais ou menos 3 vezes o volume de água, um pouco de sal marinho, alho e cebola a gosto picados grosseiramente.

- depois de cozinhar bem, bata tudo no liquidificador > se ficar muito espresso, acrescente um pouco mais de água e reserve.

- escolha 1 proteína: carne magra bovina ou de frango, ovinhos de codorna cozidos, tofu ou queijo minas em cubinhos, bolinhas de mussarela de búfala.

- escolha 2 ou mais vegetais com baixo/médio teor de carboidrato: cenoura, abobrinha, abóbora cabotian, chuchu, couve flor, brócolis.

- escolha 1 folha crua fatiada bem fininha, pra acrescentar no final: couve, escarola, espinafre, almeirão, rúcula.

- para temperar: alho e cebola refogados no azeite, sal marinho, pimenta do reino, curcuma (açafrão) em pó ou fresca, pimenta caiena em pó, cheiro verde ou coentro picadinho - para finalizar, um fio de azeite e uma colher de sopa rasa de queijo parmesão ralado.

Fernanda T Cervantes Brosco - Nutricionista

Berçário Virtual