O que fazer com as crianças de espectro autista nesse período de quarentena?

 

 

No mês de conscientização sobre o Transtorno do Espectro do Autismo, a Equipe
Multidisciplinar do Hospital Albert Sabin preparou algumas orientações às famílias sobre o
que pode ser feito para estimular as crianças, especialmente neste período de quarentena
que vivemos.


Faremos algumas postagens por área, iniciando pela fonoaudiologia:

 

Atividade 1 - Tente manter uma rotina com as crianças.


Nesse momento, é extremamente importante que seja estabelecida uma rotina em casa
com a criança, isso para que ela se organize melhor durante esse período.
Dica: para auxiliar as crianças a compreenderem essa nova dinâmica utilize figuras,
desenhos, timer ou relógio para organizar a rotina e quantificar o tempo de forma mais
concreta.

 

Atividade 2 - Escolha dos brinquedos.


Aproveite os momentos de brincar para estimular as crianças. Organizar o espaço da
brincadeira é importante para que melhor se aproveite esse momento.


Dicas:


● Tente restringir o acesso das crianças aos brinquedos.


● Escolha alguns brinquedos para ficarem ao alcance da criança, guarde os
demais brinquedos.

 

● Ofereça no máximo 3 brinquedos por vez.


● Durante o dia vá com a criança até os brinquedos, trabalhe e explore com ela as
escolhas e trocas dos brinquedos.


● Explique que terá momentos determinados (pelo adulto) para escolher outros
brinquedos.


Com essa atividade nós conseguimos estimular a criança a iniciar a comunicação,
permanecer maior tempo com um brinquedo ou em uma brincadeira, pois, com menos
estímulos no ambiente, as incentivamos a tentar permanecer mais tempo em uma atividade,
além de trabalharmos a organização do espaço em que elas brincam.

 

Atividade 3 - Contar histórias


Aproveitem os momentos que vocês tem juntos para contar histórias para ou com a criança.
Dicas:


● Você pode contar histórias a partir de livros que já tenham em casa. Mostre as
figuras para a criança.

 

● Para explicar melhor o porquê elas não estão indo para a escola, terapias, entre
outro, há algumas histórias ou contos sobre o coronavírus disponíveis na internet


● Aproveitem as histórias que vocês já conhecem e as encene: com miniaturas
(animais, bonecos, carrinhos) ou façam pequenos teatros:


● Façam diferentes expressões faciais durante a história, coerentes ao
contexto do momento


● Modulem a voz para cada personagem, por exemplo: O lobo mau tem a voz
grave (grossa), a vovózinha tem a voz aguda (fina)


● Inclua você e a criança na história- incentiva a criatividade.


● Façam desenhos enquanto contam uma história ou acontecimento - isso ajuda a
criança a organizar o início, meio e fim da história contada.

Essa atividade estimula as narrativas e que a criança entenda que as histórias tem a
estrutura de começo, meio e fim, isso vai auxiliar os pequenos lá na frente quando
estiverem alfabetizados a elaborarem textos.

 

Atividade 4 - Brinquem juntos


Escolham brinquedos, jogos, brincadeiras, que possam ser compartilhados.


Dica:


● Escolham cantigas, cantem e dancem juntos. Você pode iniciar a música e deixar a
criança continuar, ou completar os versos que você iniciou.


● Vocês podem tentar fazer brincadeiras com a família. Por exemplo: boliche, jogo da
memória, pular corda - mostrando para a criança que cada um tem a sua vez para
brincar.
Essa atratividade estimula as trocas de turnos no brincar e na comunicação. Além disso, é
possível trabalhar regras e obediência a elas.

 

Para as atividades escolares, preparamos algumas dicas:


Dica 1


Algumas crianças têm interesse por letras e números bem cedo e já reconhecem letras
familiares entre 3 e 4 anos.
Parta de coisas do seu interesse e adapte o conteúdo.
Por exemplo troque bolas ou palitos na lição de matemática por carrinhos para somar e
subtrair.


Dica 2


Use palavras simples e objetivas tire todo tipo de distração e adapte o conteúdo das
apostilas: tire gráficos e desenhos e se concentre somente naquilo que ele precisa aprender
e assimilar.
Use palavras chaves.

 

Dica 3


Seu filho pode ler corretamente textos imensos mas ele tem dificuldade de compreender o
que leu então resuma os textos para ele.


Dica 4


Trabalhe em períodos curtos de 3 a 5 minutos e vá aumentando o período de estudo
gradativamente no tempo dele.


Dica 5


Fale em poucas palavras o que você quer que ele faça. Não use palavras de duplo sentido.
Utilize figuras objetivas sem muitas informações, exemplo jogar bola: figura de uma bola.
Crianças autistas têm muita dificuldade nas atividades sensoriais e sociais que devem ser
respeitadas durante as atividades dirigidas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Patrícia Correia da Silva
CRFa2-11796

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Stéfanie Melo Lima Alves
CRFa2-19127
Especialista em Neurofuncional

 

 

 

 

 

 

 

 

Vanessa Mayumi Sugawara
CRFa2–19.416
Mestre em Ciências da Reabilitação - Com enfoque em orientações às famílias de crianças com TEA.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Berçário Virtual

October 16, 2020

October 14, 2020

October 13, 2020

Please reload

Posts em Destaque

CAMPANHA OUTUBRO ROSA

October 17, 2017

1/5
Please reload

Climed Saude

(11) 4414-5000

Rua da Bahia 342 - Recreio Estoril - Atibaia/SP